Pôr do Sol no Alentejo

Pôr do Sol no Alentejo

Seguidores

domingo, 19 de junho de 2016

Mais uma vez no estaleiro



Pela sexta vez fui internado no IPO de Lisboa. Não me posso queixar, eles têm feito de tudo na luta contra o carcinoma pulmonar: foram doses maciças de radiação. Foram quatro seções de quimioterapia com internamento hospitalar. Foram mais quatro seções de quimioterapia mais ligeiras sem internamento. Foram seis meses de comprimidos de quimioterapia que fizeram-me passar de 80Kg para 63Kg! Agora um novo tratamento: uma vacina nova, já é usada nos Estados Unidos há cerca um ano e está a ter muito sucesso. Oxalá também tenha sucesso comigo.
Graças a Deus e ao bom povo português temos um bom serviço nacional de saúde que não se furta a gastos para salvar um cidadão, e como eu, há milhares de pessoas só no IPO, esse maravilhoso hospital a borbulhar de gente, mas que funciona lindamente e que tão carinhosamente trata as pessoas.

Já há muito que me passou a revolta de estar doente. Estou preparado para tudo e não tenho medo da morte. Acredito na vida eterna, o corpo não passa de uma veste, um invólucro para o nosso verdadeiro EU. Mais cedo ou mais tarde é o regresso à Casa Primordial, onde já la está tanta gente querida que eu irei rever e abraçar: Os meus avós, os meus pais, o meu irmão, as minhas tias e tios, a minha priminha, a minha sogra, o meu cunhado e tantos, tantos amigos. Quando tiver que ser, assim será! Contudo, tenho pena de me ir já embora. Depois de tanto trabalho duro, em que eu e a minha mulher, sem ajudas de ninguém, construímos a pulso a nossa vida ao longo de quase 40 anos. Os nossos filhos já estão criados e independentes, graças a Deus, mas os nossos netos ainda são pequenos… Agora que me preparava para curtir este Final de Verão da Vida e apreciar as maravilhosas flores do jardim que desabrocham, a Divina Providencia, clama por mim… Mas eu, tal como a criança que se recusa a deixar de brincar no parque, quando a mãe a chama, eu também, tudo faço e tudo suporto e continuo a bater com o pé no chão e a dizer-lhe: ainda não quero ir!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Acerca de mim

A minha foto
Seixal, Setúbal, Portugal